O que é tecnologia e o que ela tem a ver com futurismo?

O que é tecnologia?

A tecnologia é toda inovação técnica. E técnica é o conjunto de práticas ou objetos desenvolvidos pelos seres humanos para otimizar as tarefas. O que era tecnologia para o homem da idade da pedra não é visto da mesma forma por nós. Assim como a internet não será vista como inovação tecnológica daqui a algum tempo, talvez apenas algumas décadas.

Reconhecendo a tecnologia

Douglas Adams, autor do Guia do Mochileiro das Galáxias, disse que se determinada tecnologia foi lançada antes de você nascer, é provável que você nem a perceba como tecnologia. Como, por exemplo, o vaso sanitário. Porém, se algo foi lançado quando você tinha entre 15 e 35 anos, muito provavelmente você achou aquilo muito legal e revolucionário, e abraçou o novo gadget com unhas e dentes. Agora, caso alguma inovação tecnológica tenha sido lançada após os seus 35 anos, certamente você a verá como algo perigoso, que precisa ser observado e regulado.

A tecnologia no tempo

Onde cada tecnologia surge ao decorrer da história do homem, afeta completamente a relação da humanidade com ela. O contrário também acontece: a forma como lidamos com as tecnologias do passado, do presente e do futuro, alteram o nosso dia-a-dia. E isso está completamente ligado à forma como nós lidamos com o passado, o presente e o futuro.

Aqui no blog tem um artigo para te ajudar a descobrir se você tem uma mente orientada ao passado, presente ou futuro.

Correlação e Causalidade

Para entender o futurismo, é preciso ter em mente uma definição bem clara da diferença entre correlação e causalidade. Não é porque dois fenômenos acontecem simultâneamente que eles são a causa um do outro.

Por exemplo, uma marca sempre anunciava no natal, e suas vendas sempre cresciam no natal. Por isso, os executivos achavam que era o fato de anunciar que fazia com que eles vendessem, até o ano em que deixaram de anunciar no natal e as vendas cresceram da mesma foma. O que eles achavam que era uma relação de causalidade (vendiam muito porque anunciavam) era na verdade uma correlação (eles vendiam muito porque era natal, e eles anunciavam porque era natal, mas uma coisa não levava a outra).

A confusão entre correlação e causalidade pode levar a muitos erros quando se trata de futurismo, portanto, é importante sempre questionar se uma tendência é está apenas correlacionada ou de fato tem uma relação de causa e efeito.

Tecnologia é resultado do seu criador

As equipes atuais precisam ser cada vez mais diversas e multidisciplinares. Mas você saberia dizer porque? O fato é que cada tecnologia desenvolvida traz consigo o olhar do seu criador, sua visão de mundo e sua bagagem cultural. Para criarmos produtos cada vez mais abrangentes, é preciso contar com diversas perspectivas diferentes dentro da equipe, e ouvir cada opinião. Cada ponto de vista é capaz de contribuir para um produto final que atenda uma quantidade ainda maior de pessoas de maneira efetiva.

Só sei que nada sei

Quanto mais você aprende sobre determinado tema, mais coisas você descobrirá que ignora. Existe ainda uma parte do conhecimento, que além de não sabermos, ignoramos completamente o fato de que não sabemos. É o desconhecido desconhecido. Estudando futurismo é preciso deixar sempre um espaço para o fato de que não temos como prever algo que não sabemos que não sabemos.

Leave a Comment